Anunciada viagem do Papa à Lituânia, Letônia e Estônia
10/03/2018 - 9h55 em Novidades

Anunciada viagem do Papa à Lituânia, Letônia e Estônia

O Papa Francisco visitará os três países bálticos de 22 a 25 de setembro deste ano.
 

Cidade do Vaticano

A Sala de Imprensa da Santa Sé confirmou esta sexta-feira, 9 de março, a Viagem do Papa Francisco à Lituânia, Letônia e Estônia, de 22 a 25 de setembro do corrente.

À convite dos Chefes de Estado dos três países bálticos e dos Episcopados locais, o Santo padre visitará as cidades de Vilnius e Kaunas, na Lituânia, Riga e Aglona na Letônia e Tallinn, na Estônia.

O programa detalhado da viagem será publicado em breve.

Lituânia  

 

A Lituânia, com 3 milhões de habitantes (dados de 2014), é a maior das três repúblicas bálticas. Por já ter sido unida à Polônia, sua população conserva muitos traços culturais comuns aos poloneses. A bem da verdade, a composição da população está assim constituída: 83,5% são lituanos, 6,7 % poloneses, 6,4% russos, 1,2% bielorrussos.

O lituano é a língua oficial, mas a população fala também o russo. Os cristãos são 88,8% da população, dos quais 78,5% são católicos. Os agnósticos são 12%, os ateus 0,7%. O restante da população pertence a diversas outras religiões

Letônia

 

A Letônia tem quase metade de seu território coberto por florestas e um litoral pantanoso, com dunas de areia e importantes portos pesqueiros.

Riga é a maior capital das repúblicas bálticas. Seu centro histórico é declarado patrimônio da humanidade, congregando construções medievais e prédios art nouveau.

A composição da população: letões 62,1%, russos 26,9%, bielorrussos 3,3%, ucranianos 2,2 %, poloneses 2,2%, lituanos 1,2%.

O idioma oficial é o letão, mas o russo é falado por toda a população.

Os cristãos são 76,3%, dos quais 39,9% são ortodoxos, 21,3% católicos e 15% protestantes, 0,7% outras denominações, os agnósticos são 19,4%, os ateus 3,6%.

Estônia

 

A Estônia é a menor e a mais ocidentalizada das três repúblicas bálticas. Com o fim da União Soviética (URSS) no início dos anos 90, foi o país báltico que obteve os melhores resultados na transição ao livre comércio.

Sua população divide com a Finlândia a mesma origem etnolinguística.

A população está assim composta: estonianos 69,7%, russos 25,2%, ucranianos 1,7%, bielorrussos 1%, outros 2,4%.

O idioma oficial é o estoniano, mas o russo é falado correntemente.

50,7% dos estonianos declaram-se agnósticos, 44,4% cristãos (19,5% protestantes, 13,7% ortodoxos, sem filiação 12,1%, outros 4,9%, dupla filiação 5,8%), 4,4% ateus, outros 0,5% (dados de 2015).

COMENTÁRIOS